Cadastro – CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações)

O CFOP irá designar o tipo de operação ou prestação de serviço. A configuração do mesmo influenciará na elaboração da nota fiscal e na rotina do sistema. O usuário poderá definir se a operação ou prestação de serviço irá movimentar estoque, movimentar financeiro ou se a forma de tributação será definida pelo CFOP. Abaixo explicaremos os campos e como eles irão influenciar no sistema.

Para configurar o CFOP vá no menu Itens e clique em CFOP/Natureza da Operação:

Passo 1: Informe o código da operação, o CFOP sempre terá 4 dígitos, o sistema oferece a opção de criar o mesmo CFOP com mais de uma configuração, para isso criamos um dígito a mais exemplo 5102/0 e 5102/1

Passo 2: Informe a Descrição, que deve ser simples e de fácil entendimento, facilitando a identificação e diminuindo as chances de erro

Passo 3: Informe o Tipo da Operação

1 –  para Compras -  a operação será registrada como entrada influenciando em relatórios, valores e quantidade de estoque.

2 – para Devolução de Compras – esta operação irá anular a operação Compras. A quantidade e o valor serão descontados.

4 - para Vendas - a operação será registrada como saída influenciando em relatórios, valores em estoque, quantidade em estoque e comissão de vendedores.

5 –  para Devolução de Vendas -  esta operação irá anular a operação Vendas, a quantidade e o valor serão devolvidos para o estoque.

7 - para Remessas  Retornos e Entradas – esta operação sempre terá saída e entrada, ou vice e versa.

8 - para Transferências – utilizada quando existir saída/entrada de mercadoria ou bem de um estabelecimento para outro ambos da mesma empresa, esta operação influencia em quantidades de estoque e financeiro.

9 - para Outras Operações – utilizada quando nenhuma das operações acima correspondem

Feito isso, ainda no bloco de operação, selecione as áreas em que a operação irá influenciar:

  • Movimenta Estoque Próprio? – selecione caso a operação influencie na quantidade do estoque próprio da empresa.

  • Movimenta Estoque de Terceiros? – selecione caso a operação influencie na quantidade presente em estoques de terceiros.

  • Movimenta Estoque de Terceiros ( Operação Inversa)? – selecione quando a entrada no estoque próprio é igual a entrada no estoque de terceiros e quando a saída no estoque próprio também for igual a saída no estoque de terceiros.

  • Movimenta Financeiro? – selecione caso a operação influencie nos valores, por exemplo, contas a pagar e receber.

  • Movimenta Comissão?- selecione caso a operação tenha influência na comissão dos vendedores, por exemplo uma venda ou devolução de venda.

Passo 4: selecione quais tipos de itens poderão ser utilizados nesta operação.

  • Industrialização própria

  • Revenda

  • Matéria-Prima

  • Itens para uso e Consumo

  • Ativo Fixo

  • Serviços

Passo 5: Selecione os diferentes tipos de Agentes que o CFOP irá atender:

  • Consumidores

  • Revendedores

  • Zona franca de Manaus

Passo 6: Informa os tipos de ICMS que poderão ser utilizados na operação.

Alguns CFOPs podem ser utilizados com qualquer situação tributária. Outros CFOPs  só poderão ser utilizados em situações tributárias específicas. Exemplo:

O CFOP 5.102 (Venda de Mercadoria Adquirida ou Recebida de Terceiros), utiliza apenas situação tributária normal.
Selecione: ICMS Normal.

O CFOP 5.403 (Venda de Mercadoria Adquirida ou Recebida de Terceiros – ST Substituto), utiliza apenas situação tributária na condição de substituto.
Selecione: ICMS ST – Substituto

O CFOP 5.403 (Venda de Mercadoria Adquirida ou Recebida de Terceiros – ST Substituído), utiliza apenas situação tributária na condição de Substituído.
Selecione: ICMS ST – Substituído

O CFOP 5.949 (Outra saída de mercadoria ou prestação de serviço não especificado), poderá utilizar qualquer uma das 3 opções por isso todos serão selecionados:

  • ICMS Normal

  • ICMS ST – Substituto

  • ICMS ST – Substituído

Passo 7: Este campo é opcional. O sistema busca as informações de tributação no item, porém o sistema se comporta de forma diferente quando o usuário define a tributação ou isenção de impostos fixando-a no CFOP, que faz com que o sistema ignore qualquer outra informação de tributação que existas nos itens, utilizando a que foi informada.

Passo 8: Se necessário informe a mensagem que você deseja que será exibida na nota fiscal.

Passo 9: Clique em Gravar Botão Gravar